Cataratas: Os sinais aos quais deve estar atento

Cataratas: Os sinais aos quais deve estar atento

Cataratas

As cataratas caracterizam-se pela perda progressiva da transparência do cristalino (capa protetora natural do olho). O cristalino tem um papel muito importante na retina do olho. Este, permite a focagem dos objetos. Qualquer alteração que ocorra nesta parte do olho, altera a formação das imagens e, claro, a visão. Quanto maior for a opacidade do cristalino, maior a perturbação da visão.

Visão turva, diminuição da visão noturna ou elevada sensibilidade à luz podem ser alguns dos sintomas iniciais de uma catarata. Com o avanço da idade, o cristalino vai-se tornando opaco, avançando de forma lenta e progressiva, afetando, assim, a visão. O envelhecimento é a causa mais para o surgimento desta doença ocular.

A cirurgia às cataratas é o único tratamento definitivo para este problema ocular. Na cirurgia as cataratas são removidas e o cristalino é substituído por uma lente artificial. Em último caso a perda da visão, poderá ser uma realidade.

A identificação precoce e atempada das cataratas pode ser importante para um tratamento eficaz.

Cataratas: Primeiros Sinais de Alarme

A doença provoca a perda da visão. No entanto, este processo pode ser lento e demorado, e numa primeira fase, a doença ser quase impercetível. Esteja atento a pequenas variações da qualidade da sua visão.

  • Visão turva ou nublada;
  • Diminuição da visão diurna;
  • Diminuição da visão noturna;
  • Maior sensibilidade à luz;
  • Necessidade de mudar frequentemente de graduação de óculos;
  • Menor capacidade de distinção das cores;
  • Visão dupla.

Fatores de Risco

Em grande parte das pessoas, a catarata desenvolve-se com o avanço da idade e, normalmente surge depois dos 60 anos. No entanto, existem outros fatores, que não o envelhecimento, para o aparecimento desta condição.

Tipos de Cataratas

Em relação aos tipos de cataratas, identificamos duas situações: a catarata que pode estar presente logo ao nascimento ou desenvolver-se nos primeiros 6 meses de vida. Ou a catarta que é adquirida com o avançar da idade.

  • Catarata Incipiente;
  • Catarata Senil;
  • Catarata Subcapsular;
  • Catarata Nuclear;
  • Catarata Cortical;
  • Catarata Traumática;
  • Catarata Congénita;

Qualquer que possa ser o seu tipo de catarata, ao sentir algum dos sintomas descritos em cima, deve marcar uma consulta com o seu médico oftalmologista. Lembre-se, a identificação atempada das cataratas pode ser o passo mais importante para o seu tratamento eficaz.