Saúde Visual: Sintomas que não pode ignorar

Saúde Visual: Sintomas que não pode ignorar

Segundo a Direção-Geral da Saúde, aproximadamente cerca de 40% da população portuguesa sofre de alguma doença ocular. Para que a saúde visual seja mantida é fundamental que se esteja alerta a todos os sinais que os olhos apresentam.

Existem alguns sintomas que nos alertam para eventuais problemas oculares. Neste artigo, vamos explicar quais os principais sintomas das doenças oculares mais recorrentes na população portuguesa.

Principais sintomas das doenças oculares

1. Dor ocular

A dor ocular é caracterizada por um desconforto que resulta de uma lesão no olho. Para que o diagnóstico seja eficiente é fundamental conhecer a localização, intensidade e sintomatologia da dor.

Esta doença ocular pode refletir uma inflação como a uveíte, lesão na córnea, conjuntivite ou glaucoma agudo.

2. Olhos vermelhos

Esta doença apresenta alguns sintomas evidentes e variados:

  • Alergias oculares;
  • Olho seco;
  • Inchaço dos vasos sanguíneos;
  • Irritação e ardor.

Em situações mais graves, podem estar associadas doenças oculares, nomeadamente, glaucoma, inflamações intraoculares ou lesões na córnea.

3. Perda da acuidade visual

Esta doença ocular é uma das causas mais frequentes das consultas de oftalmologia e, caso não seja diagnosticada a tempo, pode comprometer definitivamente a saúde visual.

Um dos principais sintomas da perda da acuidade visual é uma visão enevoada ou a incapacidade total de visão. Estes sintomas podem gerar problemas como o glaucoma, oclusão vascular retiniana, catarata ocular, neuropatia ótica ou descolamento de retina.

4. Perda da acuidade periférica

A perda da acuidade periférica pode não prejudicar a visão central. Contudo, a perda de visão periférica pode ficar comprometida e prejudicar a saúde visual, como é o caso da captação de movimentos pelo olho.

Este é um sintoma que pode gerar rinopatia diabética ou glaucoma.

5. Ferimento ocular

O ferimento ocular pode colocar em risco a saúde visual, principalmente se for gerado um trauma ocular. Este problema visual pode ser gerado a partir de um contacto com produtos químicos, corpos estranhos no olho ou uma pancada.

Saúde visual: Cuidados

Diariamente, devemos ter cuidados com os nossos olhos, nomeadamente não os esfregar ou não passar muito tempo em frente a aparelhos eletrónicos.

A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia recomenda consultar especialistas em visão com frequência para que qualquer doença ocular seja diagnosticada de forma precoce.

No caso dos adultos, é aconselhado que no mínimo seja feito um exame oftalmológico entre os 20 e os 40 anos. Contudo, deve ser tido em conta que caso surgam alterações ou sintomas na visão acerca de qualquer doença ocular deve visitar um especialista para um diagnóstico correto.

Os portadores de doenças, como diabéticos ou hipertensos, uma vez que fazem parte dos pacientes de risco, devem consultar um oftalmologista por ano.

Aconselhamos que depois dos 40 anos, consulte um especialista da vista a cada dois anos. Recomendamos ainda que use óculos de sol todo o ano, faça uma alimentação equilibrada, exercite-se e não fume.